terça-feira, 31 de dezembro de 2013

RETROSPECTIVA DA ATUAÇÃO DO SINDICATO DOS VIGILANTES DE NITEROI E REGIÕES (SVNIT).

Ao longo de mais de 26 anos de existência, o Sindicato dos Vigilantes de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito e Maricá/RJ nunca teve uma atuação tão importante para a categoria como nos últimos cinco anos.
Sob a direção de companheiros Vigilantes, o Sindicato SVNIT buscou estar sempre presente em todas as lutas da categoria, criamos um SITE na internet para aproximar mais dos vigilantes e, ao modernizá-lo no dia 29 de fevereiro de 2013 obtivemos até hoje, dia 31/12/2013, 86.158 (oitenta e seis mil e cento e cinqüenta e oito acessos). Os vigilantes precisam de informações e os sindicatos têm a obrigação de fornecê-las. Os Números Mostram que a nossa decisão de criar o site foi acertada e permite que o vigilante participe mais da vida da entidade, seja com críticas, com sugestões ou apoiando as lutas, só assim podermos saber o que a categoria precisa estando mais perto e ouvindo o que ela deseja.
O SVNIT também foi lutador em questões nacionais juntamente com a CNTV – Confederação Nacional dos Vigilantes e a com a CUT – Central Única dos Trabalhadores. Dessas lutas resultaram grandes conquistas como os 30% de periculosidade e a regulamentação da lei recentemente. O colete à prova de balas, avanços na lei que regulamenta a profissão de vigilante, elaboração de projeto de lei que cria o Estatuto da Segurança Privada apresentando propostas de interesse da nossa categoria e garantimos definitivamente a nossa aposentadoria especial aos 25 anos no exercício da profissão ou nas profissões insalubres ou periculosas.
 
Porém, o que mais chamou atenção foi à valorização da categoria da nossa região que atendendo ao chamado da direção do Sindicato SVNIT participou ativamente em fevereiro de 2013 de um dia de luta pelos nossos 30%, arriscando perder o dia e o seu emprego, no entanto, nos unimos e o dia foi conquistado e garantimos que que não haveria nenhuma demissão. Já em março de 2013, a categoria deflagrou a maior greve já realizada na região. Tivemos adesão de quase 100% da categoria que fez história conquistando já na data base os nossos 30% de risco de vida na Convenção Coletiva, além de ganho salarial.
A participação social do sindicato na vida das pessoas também é um tema respeitado pela diretoria. Participamos dos conselhos de Saúde de Niterói, de Emprego e Renda de Itaboraí e do Conselho das Cidades de Maricá, onde temos tido uma participação muito importante levando as reivindicações dos vigilantes. Além desses Conselhos municipais, o SVNIT representa a CUT - Central Única dos Trabalhadores no Conselho Estadual de Saúde defendendo os usuários de todo Estado.
Todo esse trabalho vem sendo reconhecido pela categoria e também pela sociedade organizada. No fim de 2013, o presidente do SVNIT, Cláudio Vigilante, recebeu o Título de Cidadão Gonçalense outorgado pela Câmara de Vereadores de São Gonçalo, se juntando a outros títulos concedidos pelas Câmaras de Belford Roxo e São João de Meriti.
A atuação do SVNIT milita também no campo jurídico garantindo os direitos dos vigilantes. Várias foram as ações movidas contra empresas que prestam serviços na região. Isso fez com que muitas delas passassem a respeitar a entidade. Além do Jurídico do SVNIT, a Comunicação também foi priorizada, através da Assessoria de Imprensa que acompanhou todos os momentos de lutas e conquistas da categoria durante o ano relatando aos trabalhadores as atividades e acontecimentos.
Mesmo com todo esse trabalho, algumas empresas ainda tentam prejudicar a administração do Sindicato retendo as mensalidades e contribuições, além de repassar as nossas contribuições para outros sindicatos. Essas atitudes implicam em novas ações judiciais para reaver os valores pagos erroneamente de forma proposital pelas empresas. Mesmo com essas adversidades, o Sindicato não baixou a cabeça e foi pra dentro das empresas picaretas.

Agradecemos a todos os associados que sabendo dos problemas que o sindicato vem passando, decidiram se unir e engrossar a luta convidando novos vigilantes para se associar e fortalecer a entidade. Quem administra o Sindicato é a categoria. Por isso que temos um slogan:

SÓ QUEM SABE O QUE O VIGILANTE SOFRE EM SEU POSTO DE SERVIÇO É UM OUTRO VIGILANTE.

Por último, e uma grata notícia, tomamos conhecimento que o Sindicato SVNIT foi escolhido pelo jornal O POVO DE SÃO GONÇALO, NITERÓI & REGIÃO para participar de uma enquete que vai eleger o Sindicato mais atuante de 2013 na região. Agradecemos a direção do Jornal por reconhecer nossos esforços e por abrir essa modalidade de votação. Ser escolhido pelo jornal como um dos mais atuantes nos deixa muito orgulhosos e conscientes de que estamos no caminho certo, pois defender uma categoria não basta querer, tem que ter disposição e isso nós temos.

Participe e fortaleça o seu sindicato, por que ele só existe por que existe uma categoria.

Um abraço e um Feliz Ano Novo!
São os sinceros votos da diretoria do SVNIT

domingo, 29 de dezembro de 2013

Sindicato SVNIT foi escolhido para participar da Votação dos Melhores de 2013.

Companheiros Vigilantes de Niterói e regiões, para a diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões é um motivo de muito orgulho esta participando de uma pesquisa de um jornal da nossa região onde o nome do nosso SINDICATO SVNIT esta relacionado para se escolhido os melhores do ano de 2013, pedimos aos companheiros que valorize o trabalho da diretoria do SVNIT e vamos conquistar mais essa vitória contamos com todos os amigos do Sindicato SVNIT.
Acesse o link abaixo e siga as orientações preencha os seus dados e depois procure INSTITUIÇÃO SINDICAL e vote no SVNIT.
O link é: http://opovoregiao.com.br/

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Empresas de segurança são multadas em 538 mil pela Polícia Federal

A Polícia Federal multou empresas de segurança em R$ 538.789,01 por descumprirem normas de segurança. As penalidades foram aplicadas nesta terça-feira (10), na 99ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (CCASP), realizada em Brasília. Os processos julgados são abertos pelas delegacias estaduais de segurança privada (Delesp) em razão do descumprimento da Lei Federal nº 7.102/83 e de portarias da PF.

Estiveram em pauta 1.177 processos. Destes, 248 envolviam empresas de segurança e 867 eram contra bancos. Os restantes são vigilância orgânica e de cursos de formação. Mais uma vez a realização de transporte irregular de valores, número insuficiente de vigilantes em agências bancárias foram destaque, inauguração de agências sem plano de segurança aprovado e falta de rendição de vigilantes no horário de almoço foram os principais problemas apontados.

A 99ª CCASP foi presidida pelo diretor executivo da Polícia Federal, Rogério Galloro. A Comissão é integrada por representantes do governo e entidades dos trabalhadores e empresários. Esta foi a quarta e última reunião de 2013. A próxima ficou agendada para o dia 19 de fevereiro.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), José Boaventura Santos, "há uma grande negligência das empresas e por isso também foram multadas, destacando-se infrações como coletes balísticos vencidos, armas quebradas e número insuficiente de vigilantes".

"Essas multas não deixam dúvidas de que os bancos não priorizam a segurança dos estabelecimentos", salienta Ademir Wiederkehr, representante da Contraf-CUT na CCASP. "Os bancos buscam economizar até na segurança para turbinar ainda mais os seus lucros, em vez de respeitar a legislação e fazer investimentos para prevenir assaltos e proteger a vida dos bancários, vigilantes e clientes", avalia.

Uma mesma agência do Bradesco no Acre, que obrigou bancários a transportar dinheiro em carro particular ou de táxi, foi punida em 50 processos, totalizando multas de R$ 709,3 mil. Nas duas reuniões anteriores da CCASP, essa unidade já havia sido penalizada em outros 152 processos semelhantes, totalizando agora 202 e somando multas de R$ 2,865 milhões. No total, 20 bancos receberam multa recorde de R$ 9.079 milhões.


"É um tremendo descaso do Bradesco expor ao risco a vida de bancários, em vez de contratar carro-forte para transportar numerário", critica Ademir, que é também coordenador do Coletivo Nacional de Segurança Bancária da Contraf-CUT.


Fonte: CNTV com Contraf-CUT

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO

A Diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões (SVNIT), Deseja a todos os Vigilantes, Familiares e Amigos um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo repleto de felicidades, e que DEUS Conceda a todos muita saúde e paz para entrarmos em 2014, tendo sempre Deus em Primeiro Lugar.
DIRETORIA DO SVNIT

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

AOS AMIGOS, VIGILANTES E ASSOCIADOS DO SVNIT

A diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões comunica que estaremos entrando de recesso no dia 20/12/13 ás 16 horas e só retornaremos no dia 02/01/2014 ás 09 horas da manha.
Desejamos a todos Um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo para todos os Amigos e Vigilantes e Familiares e que Deus nos ajude a superar todos os Obstáculos que tivermos pela frente.
Pedimos aos vigilantes que em 2014 possamos nos unir ainda mais para que possamos alcançar os nossos objetivos na campanha Salarial.

Um abraço fraterno

A diretoria do SVNIT

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

JURÍDICO DO SINDICATO SVNIT GANHA MAIS UMA AÇÃO EM FAVOR DOS VIGILANTES.

Os Vigilantes da Empresa de Segurança Protex que foram demitidos e não aceitaram fazer acordos expurio com a empresa, procuram a direção do Sindicato SVNIT pedindo ajuda para receber as suas verbas rescisórias, como a empresa não se manifestou a diretoria do Sindicato SVNIT encaminhou os Vigilantes para o escritório Acrisio de Moraes Rego, que atende os nossos associados brilhantemente e a Dra. CLARISSA COSTA mais uma vez mostrou para a diretoria do SVNIT e a categoria da nossa região que é competente, e entrou com uma ação cautelar na Justiça do Trabalho e conseguiu para todos os vigilantes da Protex que procurou o SINDICATO SVNIT uma liminar garantindo o direito de receber a FGTS e o auxílio desemprego já na próxima quinta feira dia 19/12/13.
Agradecemos a Dra. CLARISSA COSTA pelo empenho e também agradecemos  aos vigilantes que mais uma vez acreditaram e confiaram na direção do Sindicato e no seu departamento Jurídico que fez com que os vigilantes da PROTEX não ficassem sem nenhum recurso no final do ano.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

ASSEMBLÉIA DOS VIGILANTES DE NITERÓI E REGIÕES




O Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e Regiões, Cláudio Vigilante, convida todos os associados e a categoria dos Vigilantes que trabalham em Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito e Maricá/RJ para participar das assembleias que acontecera no dia 06 de dezembro de 2013, a primeira será realizada ás 09:00 horas da manha e a segunda as 18:oo horas todas na sede do Sindicato SVNIT, situado a Rua Marques de Paraná nº 143  Centro de Niterói enfrente ao corpo de Bombeiros. O tema das Assembleias será: Informar os direitos que a categoria terá a partir da assinatura da regulamentação dos nossos 30% de periculosidade pelo Ministro do Trabalho, marcar a data do inicio da assembleia da campanha salarial e solicitar a autorização dos Vigilantes para que o Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões possa participar da criação da Federação Interestadual dos Vigilantes no dia 06 de Dezembro em Brasília, com o objetivo de fortalecer a luta da nossa categoria, e realizar uma retrospectiva do trabalho da diretoria do Sindicato no ano de 2013.

A Diretoria do Sindicato quer ter a participação maciça da categoria para que ela possa ser esclarecida dos seus direitos, além de darmos inicio a discussão da campanha salarial de 2014. O presidente afirma que é importante o comparecimento dos companheiros às assembleias convocadas pelo Sindicato. Ele salienta que as reuniões são uma oportunidade dos vigilantes emitirem suas ideias, sugestões e propostas para serem levadas aos patrões e reivindicar o que a categoria necessita. Vale ressaltar que o Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões é o primeiro a dar oportunidade a categoria de participar ativamente dos trabalhos e participar das decisões do Sindicato. O objetivo, segundo Cláudio Vigilante, é manter o vigilante consciente e bem informado de seus direitos. Para isso, criou um site onde a categoria pode acessar enviar perguntas e acompanhar diariamente os assuntos de interesse da categoria.
Companheiros, os Sindicatos só existem porque temos trabalhadores o Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões não ficam atrás, ele existe para defender os interesses da  categoria na nossa região, por isso precisamos do apoio de todos os vigilantes para fortalecer o nosso Sindicato.

Temos mostrado para os vigilantes da nossa região que não temos acordo com os patrões, a prova disso que alguns deles tem procurado prejudicar o Sindicato não repassando as mensalidades autorizadas pelos nossos associados para o Sindicato além de  algumas delas repassar as nossas contribuições para outro sindicato.

Mais não adianta que não vamos abaixar a cabeça, quanto mais eles procuram prejudicar a administração do Sindicato, mais denuncia contra elas vamos fazer.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Ministro assina regulamentação de periculosidade que vai beneficiar centenas de milhares de vigilantes

O Ministro do Trabalho Manoel Dias assinou na segunda-feira, 02, a Portaria com o Anexo III à Norma Regulamentadora (NR) nº16. Isto significa a regulamentação da Lei 12.740/2012 e, com a publicação em seguida no Diário Oficial da União (DOU), a obrigação das empresas realizarem o pagamento imediato dos 30%, caso ainda não estejam realizando. É o caso, por exemplo, de São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Norte e Espírito Santo. O momento histórico foi acompanhado por centenas de vigilantes de todo país no auditório do Ministério do Trabalho liderados pela Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV).

A lei foi aprovada após muita mobilização. Vigilantes de todos os cantos compraram a briga e vestiram a camisa. Sindicatos e federações comprometidos com a luta fizeram campanhas primorosas (greves, marchas, atos políticos, etc.). A CNTV liderou atos no Congresso, três Marchas Nacionais e debates por todo o país. A Câmara dos Deputados concluiu a votação do PL 1033 em novembro do ano passado e a Presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei 12.740/2012 em dezembro de 2012.

Desde agosto deste ano o texto da regulamentação foi tratado e negociado por um Grupo de Trabalho Tripartite (GTT) - com a participação de representantes dos trabalhadores, governo e patrões - indicado pelo Ministro do Trabalho, como manda a lei. Os cinco representantes dos trabalhadores (José Boaventura – CUT-CNTV, Adriano Linhares UGT-CNTV e presidente do Sindicato dos Vigilantes de Petrópolis, Pedro Araújo – Força Sindical- Fetravesp, Fernando Bandeira – Nova Central – Fed. RJ e Ademir Wiederkehr – Contraf-CUT) enfrentaram uma tentativa dos patrões de “prorrogar o jogo”. Apesar disso, a bancada dos trabalhadores derrotou as propostas contrárias à categoria, como excluir vigilantes desarmados, parcelar os 30%, condicionar o reconhecimento da periculosidade à realização de pericia técnica, etc. O texto arrancado inclui vigilantes armados e desarmados, não prevê necessidade de perícia e manda pagar os 30% inteiro imediatamente, além de não excluir ninguém que de fato seja profissional de segurança patrimonial e pessoal.

Para a CNTV, entidades de luta e para a própria categoria a lei já vale desde dezembro do ano passado. Com as mobilizações sugeridas pela Confederação desde a publicação da Lei, cerca de 20 estados arrancaram os 30% já nas Convenções Coletivas. A regulamentação só sacramenta e conclui a fase normativa da lei. Agora não tem mais “choro nem vela”. Os patrões têm de pagar.

“O acréscimo no salário com certeza não é o principal nesta lei. Os vigilantes reconhecem que com a lei a sua profissão fica mais valorizada, além de facilitar a aposentadoria especial, entre outros significados”, defendeu Boaventura.

No ato de assinatura, o ministro destacou a importância do processo tripartite de elaboração da norma. “A portaria é o fruto de um amplo debate tripartite realizado no âmbito do Ministério do Trabalho. Não há maneira melhor de fazer um entendimento senão pelo diálogo”, declarou.

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) afirmou que esse é um momento histórico. “Foi uma luta aprovar esse adicional de periculosidade. Apesar das divergências, esse é um novo momento. Estamos muito felizes”, declarou.

O presidente da Confederação Nacional de Vigilantes e Prestadores de Serviços, José Boaventura, relembrou que foram mais de 17 anos de luta. “Essa portaria representa a valorização da nossa profissão. Vigilantes de todo Brasil estão muito satisfeitos com essa regulamentação”, comemorou.

NR – O MTE elabora e revisa as Normas Regulamentadoras (NR) que garantem um trabalho seguro e sadio e previne a ocorrência de doenças e acidentes de trabalho. A construção desses regulamentos ocorre de forma tripartite e por meio de comissões.

Imprensa Sindical RJ (wmcnoticias@gmail.com) com informações da CNTV e Tribuna Hoje

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Cerimônia de assinatura da Portaria da NR 16 (Risco de Vida) é nesta segunda-feira (2)

O Ministro do Trabalho, Manoel Dias, assina nesta segunda-feira (2) às 16h, no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a Portaria da NR 16, que regulamentará a Lei 12.740/2012. A data é resultado de uma conversa entre o presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), José Boaventura, e do diretor da CNTV e deputado distrital, Chico Vigilante, com o ministro.

A reunião anterior, agendada para a tarde de quarta-feira (27), precisou ser cancelada porque o ministro Manoel Dias foi convocado, de última hora, para acompanhar a presidente Dilma Rousseff em uma agenda oficial.

A assinatura da Portaria representa mais uma vitória dos vigilantes brasileiros, que conseguiram garantir o adicional de 30% de risco de vida/periculosidade para todos, ao contrário do que pretendiam os patrões.

Imprensa Sindicato RJ

domingo, 1 de dezembro de 2013

INFORMAÇÃO AOS VIGILANTES E AMIGOS DO SINDICATO SVNIT

Em virtude de estarmos fazendo uma atualização das empresas em dias com a contribuições do Sindicato o link estará fora do ar,.
se algum contratante precisar saber alguma informação referente as  empresas de segurança na nossa região na hora da contratação ou licitação pode entrar em contato com o Sindicato pelo telefone 3607-3070 e falar com o Claudio Vigilante Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões.
O Motivo que nos fez tomar esta decisão é porque muitas empresas não estão cumprindo com a Convenção Coletiva de Trabalho no tocante ao não apresentar mensalmente as listagens das mensalidades e das contribuições ao sindicato e também não estão comprovando os recolhimentos, além de também, algumas empresas não está efetuando os pagamentos das mensalidades e contribuições.
Conforme for atualizado por parte do setor financeiro do Sindicato as situações, vamos postar os nomes das empresas em dias. 
Pedimos desculpa pelo transtornos mais é o meio que achamos para impedir que as empresas picaretas seja beneficiadas e as empresas serias sejam prejudicadas .
Quando retornarmos o link só vamos postar os nomes das empresas que repassam dentro do Mês as contribuições devidas, as empresas que atrasam por mais de um mês não vamos postar o nome delas.

Agradecemos a Atenção

A diretoria do SVNIT.

ASSEMBLEIA GERAL NO SINDICATO DOS VIGILANTES DE NITERÓI E REGIÕES (SVNIT)

 O Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões  CLAUDIO VIGILANTE convoca todos os companheiros Vigilantes masculino e femininas que trabalham nos Municípios de Niterói e regiões e os associados ao Sindicato SVNIT para uma assembleia geral extraordinária que será realizada no dia 06 de dezembro de 2013, na sede do Sindicato situado na Rua Marques de Paraná 143 centro de Niterói/RJ, a primeira assembleia será realizada as 08:00 horas da manha em primeira convocação e em segunda e ultima convocação as 09:00 horas com qualquer números de vigilantes e associados presentes, a segunda ás 16 horas em primeira convocação e as 17:00 horas com qualquer números com qualquer números de vigilantes e associados presentes, para tratarmos dos seguintes assuntos:
1º Marcação da data para analisarmos a campanha salarial, onde estaremos nos preparando para apresentar proposta para os patrões.

2º Deliberações sobre o Convenio que Sindicato tem com algumas clinicas medicas na nossa região que atendem aos nossos associados e dependentes.

3º Autorização para que o Sindicato tome atitudes mais serias inclusive criminal contra os donos das empresas que estão apropriando das contribuições e mensalidades dos associados do Sindicato SVNIT.

4º Apresentação dos nomes das empresas que não estão repassando as contribuições para o Sindicato e deliberação de atitudes contra elas .

5º Apresentação dos nomes das empresas que estão repassando os valores do Sindicato da nossa região para outros Sindicatos e deliberação de atitudes contra elas .

6º Autorização dos vigilantes associados ou não para entrarmos na justiça através de uma ação coletiva para cobrar das empresas da nossa região as multas pelos atrasos dos pagamentos de salário que deverá ser revertidas para os vigilantes.

7º Apresentação da NR16 onde garante definitivamente os nossos 30% de periculosidade e também a aposentadoria especial.

9º avaliação dos descontos das mensalidades serem através de debito em conta.

10º Assuntos gerais de interesse dos associados e da categoria

OBS: os assuntos concernentes ao Sindicato serão debatidos com os associados e deliberados pelos associados e os assuntos concernentes a categoria serão deliberados por todos os vigilantes presentes.

AOS VIGILANTES DOS MINICIPÍOS DE NITERÓI E REGIÕES.

Companheiros Vigilantes Masculino e Femininas a atitude da diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões (SVNIT), em defender os interesses dos vigilantes da nossa região, fez com que algumas empresas de Segurança desde o mês de Março/2013 deixassem de repassar para o Sindicato as mensalidades descontadas dos nossos associados e também as contribuições sindicais e Negocial que foram descontadas em Março e abril de 2013 e depositadas em juízo além da contribuição confederativa que muitas empresas ainda não efetuaram o repasse, mesmo tendo descontado Mês de setembro de 2013, em alguns casos temos empresas que não repassou as mensalidades desde o Mês de Maio de 2013, já entramos com ações de cobranças.
Companheiros, ao convocarmos a assembleia para o dia 06 de dezembro de 2013 na parte da manha e na parte da tarde é porque querermos mostrar para os companheiros associados ou não como é difícil enfrentar os patrões e dar oportunidade de todos participarem. Graças a Deus a nossa diretoria mesmo sofrendo represálias das empresas não tem baixado a cabeça, mesmo com dificuldades para cobrir as despesas do Sindicato, ex: funcionários, aluguel, luz, contador, advogado, telefones, Jornalistas, confecção de boletins mensal entre outras despesas, estamos de cabeça erguida, e não vamos para de lutar em defesa da categoria, para nós da diretoria do Sindicato SVNIT o importante é fazermos a coisa certa e o certo e se manter do lado dos vigilantes não importa a situação, só que temos que pagar o preço e estamos pagando caro.
Por isso estamos convocando os associados e também os vigilantes para mostrar com toda a tranquilidade e transparência, o trabalho do sindicato e o que estamos passando. No dia 06 de Dezembro de 2013 a sua presença é muito importante, informamos ainda que também vamos ter as 18:00 horas uma assembleia onde estamos solicitando a autorização dos Vigilantes da nossa região para criarmos uma Federação interestadual dos Vigilantes para fortalecer a nossa luta juntamente com os sindicatos de Vigilantes de Duque de Caxias, Petrópolis, Goiás e Brasília.
Companheiros estou presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões (SVNIT) e sempre estive a frente da categoria sempre que ela precisou, e vou continuar estando não adianta os empresários tentar prejudicar a administração do Sindicato retendo as mensalidades dos associados porque tenho a certeza que os nossos associados e os vigilantes da nossa região nos conhece e sabe que somos sérios e não vamos ceder.
Companheiros Mesmo tendo divergências políticas com alguns sindicatos no Estado do Rio de Janeiro no tocante a forma de atuação em defesa da categoria, mantive contato com a direção da Federação dos Vigilantes do Estado do Rio de Janeiro e acordamos que mais uma vez vamos unir forças para a campanha salarial de 2014, pra mim as divergências sempre vão acontecer mais a nossa categoria é única e é por causa dela que temos que estar unidos, portanto a partir do Mês de Janeiro de 2014 vamos unir os 15 Sindicatos de Vigilantes do Estado do Rio de Janeiro e vamos pra cima dos patrões com apoio dos companheiros da nossa região.
Estamos pedindo apoio dos companheiros para fortalecer a diretoria do Sindicato SVNIT mandando mensagem e avaliando o nosso trabalho, porque o que nos fortalece é quando conseguimos resolver os problemas provocados pelos empresários que pensam em prejudicar o trabalhador e o nosso sindicato vai lá e resolve o problema ficamos satisfeitos porque a nossa luta não foi em vão.
Acessem o site do nosso sindicato www.svnit.org e também o facebook do Sindicato pelo nome SVNIT, e nos ajude a vencer os Patrões nos unindo pelo bem da nossa categoria.
Agradeço as mensagens de apoio de todos os Vigilantes da nossa região e de fora dela, essas demonstrações de apoio mostra que o nosso sindicato tem procurado fazer a cosia certa que é usar o site e o facebook para informar e esclarecer as duvidas da nossa categoria.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Texto da portaria que regulamenta Risco de Vida é aprovado e assinatura da regulamentação acontece no dia 02 de dezembro em Brasília

Foi aprovada no fim da manhã desta quarta-feira, 27, em Brasília, a redação do anexo lll da NR 16 que a lei 12.740 periculosidade dos vigilantes. A informação é do presidente do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e região, Cláudio Vigilante, que está na capital federal para acompanhar os trabalhos e debater outros assuntos relacionados à categoria.

A CTPP – Comissão Tripartite Paritária Permanente – MTE aprovou por unanimidade o texto construído entre trabalhadores, governo e empresários. Com isso, não há nenhuma objeção para a assinatura da norma.

O Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, confirmou também nesta quarta-feira, que a cerimônia de assinatura vai acontecer na próxima segunda-feira, 02 de dezembro, às 16hs, no auditório do Ministério do Trabalho, em Brasília.

Este é um fato histórico para a categoria que conquistou um benefício após anos de lutas. A vitória só foi possível graças a união de esforços de sindicatos de todo país encabeçado e orientados pela combativa Confederação Nacional dos Vigilantes. A conquista é comemorada pelo presidente da CNTV, José Boaventura Santos.

Imprensa Sindical RJ - wmcnoticias@gmail.com

Ministro do Trabalho desmarca regulamentação do Risco de Vida

A cerimônia que estava agendada para ocorrer nesta quinta-feira, 28, em Brasília, para regulamentação do Anexo III da NR 16, da Lei 12.740/2012, Risco de Vida, foi desmarcada a pedido do Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias (PDT). A justificativa é de que o Ministro acompanha a presidenta Dilma Roussef nos próximos dias em um evento do Governo Federal no Estado de Santa Catarina onde inaugura obras em portos da localidade. 

O Ministro chegou a cogitar a mudança apenas de horário, mas em seguida, comunicou à Confederação Nacional dos Vigilantes o cancelamento da assinatura da regulamentação. De acordo com o Ministro, a assessoria do MTE já foi avisada para agenda uma nova data para a próxima semana. 

A direção da CNTV aguarda contato da MTE para repassar as informações aos sindicatos de todo país.

Veja a reportagem sobre a viagem do Ministro com a Presidenta Dilma.Clique aqui

Imprensa Sindical RJ - wmcnoticias@gmail.com

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Lei do adicional do Risco de Vida passa a vigorar no dia 28

O Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, informou à CNTV através de sua assessoria, que foi convocado para um ato político com a Presidenta Dilma Rousseff no dia 28 de novembro, quinta feira, às 10h, para a Cerimônia de Assinatura da Portaria que Regulamenta a lei nº 12.740/2012 - risco de vida.
Comissão Tripartite Paritária Permanente do Ministério do Trabalho se reuniu com o presidente da Confederação, José Boaventura, para analisar item a item a minuta de proposta encaminhada pelo Grupo Tripartite.


O texto foi sancionado pela presidenta Dilma Rousseff em dezembro de 2012, mas depende da assinatura do ministro para ser aplicado como lei, e não vigorar apenas por Acordo Coletivo.

Conquista dos vigilantes, o adicional de Risco de Vida é voltado à periculosidade da profissão e equivale a 30% do salário base do trabalhador. O benefício é uma reivindicação histórica da categoria. 

"O trabalhador vigilante, independentemente do seu local de trabalho, é exposto diariamente a grandes perigos. Coloca em risco sua própria vida para defender a vida e o patrimônio de outros, algumas vezes sem ter nem o equipamento necessário para sua própria proteção. Sabendo disso, a CNTV, juntamente com sindicatos e federações e com o envolvimento efetivo de vigilantes de todo o Brasil, se engajou na luta pelo adicional de 30% de risco de vida/periculosidade. Foram três marchas nacionais, marchas regionais e audiências públicas, até a aprovação da lei. Como resultado a presidente Dilma Rousseff sancionou, em dezembro passado, a Lei 12.740/12. Agora só falta a assinatura do ministro. Essa é uma conquista histórica e uma prova da força da categoria", relembra Jervalino Rodrigues Bispo, secretário de Finanças da Confederação Nacional dos Trabalhadores Vigilantes – CNTV.

Imprensa Sindicato dos  Vigilantes de Niterói e regiões

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

CNTV: 21 anos de combatividade

O Sindicato dos Vigilantes de Niterói e região se orgulha em fazer parte desta história de vitórias para toda categoria de Vigilantes. A CNTV representa com legitimidade os verdadeiros trabalhadores deste país.

Completando 21 anos de fundação da CNTV podemos confirmar algumas lições de muitos lutadores que nos antecederam:

• Que trabalhador unido jamais será vencido;
• Que ninguém duvide da capacidade dos trabalhadores e, em especial, dos vigilantes;
• Que a unidade faz a luta e as vitórias;
• Que os nossos sonhos são infinitos.

Ora, se iniciamos as nossas primeiras associações sindicais há pouco mais de 30 anos, se os nossos primeiros sindicatos reconhecidos como tal não passam de 28 anos, se nem profissão tínhamos, soubemos e temos aprendido diariamente a fazer as nossas lutas e a construir nossa história.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Vigilantes (CNTV) é a mais ousada desta experiência e deste aprendizado de organização sindical da categoria, pois teve a capacidade de juntar e unir todas as correntes de pensamento numa só frente de luta
e romper com uma estrutura sindical vertical que excluía os sindicatos de base - consequentemente os trabalhadores - das lutas nacionais.

Com este formato revolucionário, por exemplo, os vigilantes de todos os lugares dialogam direto com a CNTV, os sindicatos se filiam e participam diretamente em parceria com as federações de luta e comprometidas com os trabalhadores.

Isto se traduziu em conquistas como:

• Reconhecimento da   profissão;
• Fixação de pisos salariais;
• Jornadas de trabalho menor;
• Coletes balísticos como EPI;
• Reblindagem dos carros fortes;
• Lei da Periculosidade-Risco de Vida.

O que o futuro ainda nos cobra?

• Muito mais responsabilidade e compromisso com a categoria.
• Piso nacional, Aposentadoria Especial, data base única, entre outros.

Estes desafios dificilmente serão alcançados sem o fortalecimento das nossas organizações sindicais (Confederação, Federação e, principalmente, Sindicatos).

Sem a firmeza da unidade, dos compromissos e a certeza de que só jogamos de um lado: o da classe trabalhadora.

Nestes 21 anos da CNTV temos muito a comemorar. Muito mesmo. Temos de aprender com os nossos erros e acertos e renovar o compromisso de conquistar condições de trabalho, de vida, salariais e valorização para os vigilantes.Avante Vigilantes! VIVA A
CNTV!


José Boaventura, presidente da CNTV

Presidente do SVNIT participa de Seminário Regional de Mulheres Vigilantes em Brasília

O SINDESV DF realizou nesse Sábado (23) o seu 1º Seminário Regional de Mulheres Vigilantes do DF. As vigilantes que participaram do Seminario discutiram temas importantes para as mulheres, como assédio moral e sexual, conquistas e desafios da mulher na sociedade e no trabalho, direitos e deveres das mulheres na luta.

O presidente do SVNIT, Cláudio Vigilante, foi um dos convidados para presidir uma mesa debates durante o encontro.

Um dos temas mais abordados foi o assédio moral e sexual, muitas vezes escondidos nas relações de trabalho. O Seminário procurou mostrar para as vigilantes as formas de identificar o assedio, além dos mecanismos possíveis para combater esse assedio, tendo o Sindicato como parceiro nessa luta.

Os presentes também ressaltaram a importância do Sindicato em realizar esse tipo de evento, que possibilita que as mulheres se encontrem para trocar experiências e se organizarem, além de entrar em contato com as ideias dos movimentos específicos das mulheres. A diretora Thiana, do SINDESV DF, disse que esse foi o primeiro de muitos. “Ainda realizaremos outros eventos voltados para as necessidades das mulheres vigilantes”, disse ela.

Fonte: Sindesv DF